out 29 2017

Câmara de Fomento à Cultura Municipal de Belo Horizonte

A Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte publica portaria para a escolha dos membros que formarão a Câmara de Fomento à Cultura Municipal de Belo Horizonte – CFCM.

A Câmara tem como competência avaliar e direcionar os recursos financeiros atribuídos aos projetos advindos da Política Municipal de Fomento à Cultura.

Composição:
– 6 membros indicados pela Secretaria Municipal de Cultura e seus respectivos suplentes;
– 6 membros da sociedade civil e seus respectivos suplentes, escolhidos em votação.

A inscrição de candidatos a membros da CFCM ocorrerá no período de 12 a 23 de dezembro de 2017. Os eleitos não podem participar dos editais, bem como cônjuge, companheiro, sócio ou pessoa jurídica da qual faça parte na qualidade de sócio, titular ou representante legal.

A inscrição dos eleitores e votação online, e ocorrerá no período de 17 de janeiro a 03 de fevereiro de 2018.

Quadrinhos está contemplado no setorial de Literatura.

O prazo de lançamento do edital não está definido.

Fonte: Diário Oficial do Município de Belo Horizonte

Sábado, 28 de Outubro de 2017 – Ano XXIII – Edição N.: 5403
Poder Executivo – Secretaria Municipal de Cultura

PORTARIA SMC Nº 001//2017

Aprova o Regulamento para eleição dos membros representantes do setor cultural para composição da Câmara de Fomento à Cultura Municipal – CFCM.

O Subsecretário de Coordenação Institucional da Cultura, em exercício, no uso de suas atribuições legais conferidas pela Lei Municipal n.º 11.065, de 1º de agosto de 2017, e em observância às leis Municipais n.º 6.498, de 29 de dezembro de 1993 e 11.010, de 23 de dezembro de 2016 e ao Decreto Municipal 16.514, de 23 de dezembro de 2016.

RESOLVE,

Art. 1º – Aprovar o Regulamento para a eleição dos membros representantes do setor cultural para composição da Câmara de Fomento à Cultura Municipal – CFCM, na forma do Anexo a esta Portaria.

Art. 2º – Esta Portaria entra em vigor na data da sua publicação.

Belo Horizonte, 27 de outubro de 2017
Gabriel Portela Sálies
Subsecretário de Coordenação Institucional da Cultura, em exercício

ANEXO

Regulamento para eleição dos membros representantes do setor cultural para composição da Câmara de Fomento à Cultura Municipal – CFCM

A Câmara de Fomento à Cultura Municipal é um órgão colegiado deliberativo, composto, paritariamente, por 6 (seis) representantes da administração pública municipal e 6 (seis) representantes do setor cultural, bem como os seus respectivos suplentes.

A Câmara tem como competência avaliar e direcionar os recursos financeiros atribuídos aos projetos advindos da Política Municipal de Fomento à Cultura, instituída pela Lei 11.010/2016.

I – DA FINALIDADE

Art. 1º – O presente Regulamento destina-se a fixar as instruções para a eleição de 6 (seis) membros titulares e 06 (seis) suplentes, representantes do setor cultural, para composição da Câmara de Fomento à Cultura Municipal – CFCM para mandato referente ao biênio 2018-2019, em conformidade com a Lei 11.010, de 23 de dezembro de 2016, e com o Decreto Municipal 16.514, de 23 de dezembro de 2016.

II – DO PROCESSO ELEITORAL

Art. 2º – Serão eleitos 12 (doze) representantes do setor cultural para compor a CFCM, sendo 6 (seis) titulares e 6 (seis) suplentes. Continue reading

out 19 2017

Cancelada: Audiência Pública sobre o Plano Municipal de Cultura de BH

Atualização: A Prefeitura de Belo Horizonte, a Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura não enviaram nenhum representante do poder executivo para a reunião. Por este motivo, a audiência foi cancelada.


Acontece no dia 26 de outubro audiência pública sobre o Plano Municipal de Cultura (PMC) na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

O objetivo do encontro é debater com a cidade as metas do PMC. O plano, criado em 2015, é um planejamento de longo prazo, com vigência prevista para um período de dez anos. A revisão destas metas são bienais, acontecendo através da participação social nas conferências de cultura.

Requerida pelo vereador Arnaldo Godoy à Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo da CMBH, foram convidados Juca Ferreira, Secretário Municipal de Cultura; Rômulo Avelar, presidente da Fundação Municipal de Cultura; José Júnior, da Gerência de Apoio às Ações Colegiadas; André Reis, Secretário Municipal de Planejamento; Israel Arimar de Moura, da SINDIBEL; Leonardo Beltrão, Diretor de Fomento e Economia da Cultura; Fernanda Vidigal, Diretora de Políticas Culturais; Aline Vila Real, Diretora de Promoção das Artes; Bárbara Bof, Diretora de Formação dos Direitos Culturais; Fabíola Moulin, Diretora de Patrimônio; Rita Gusmão, Secretária Geral do Conselho Municipal de Cultura – COMUC; e representante da sociedade civil na Câmara Temática de Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Cultura do Conselho Municipal de Cultura.

Audiência Pública – Plano Municipal de Cultura de BH
Dia: 26/10/2017
Horário: 13h30
Local: Hall da Presidência –  Câmara Municipal de Belo Horizonte
Av. dos Andradas, 3100 – Santa Efigênia – BH/MG

Plano Municipal de Cultura: http://bit.ly/PMC2015-2025

out 16 2017

20 anos de Bienal Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte

No dia 16 de outubro de 1997 Belo Horizonte entrava para o circuito internacional de eventos de quadrinhos.

20 anos atrás, entre os dias 16 e 26 de outubro de 1997, na comemoração do centenário de Belo Horizonte, acontecia a 3ª Bienal Internacional de Quadrinhos.  O rico universo das narrativas gráficas desembarcou na cidade trazendo 20 convidados internacionais vindos da Itália, França, Portugal, Espanha, Alemanha, Inglaterra, EUA, Uruguai, Cuba e Bélgica.  Artistas nacionais e locais completaram a lista de convidados, com farta programação de exposições, palestras e oficinas. Com sede na Serraria Souza Pinto14 outros pontos da cidade também receberam exposições, oficinas e atividades.

As duas primeiras bienais, produzidas pela Casa 21, aconteceram no Rio de Janeiro, respectivamente em 1991 e 1993. Em 1997, a Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte em parceria com o Centro de Quadrinhos, Roteiro e Imagens, trouxeram para a cidade a terceira edição da Bienal, evento precursor do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte – FIQ!BH, que se realizou sua primeira edição em 1999.

A Bienal teve como homenageado internacional Joe Kubert, quadrinista considerado o “pai do Tarzan”, que também fez o desenho que ilustrou o cartaz do evento. O homenageado nacional foi o cartunista Ziraldo, criador do Menino Maluquinho e a Turma do Pererê. Outra atração especial foi a vinda de Will Eisner, criador do “The Spirit” , que fez uma conferência sobre “Um século da história em quadrinhos” que abordou o ponto de passagem para a modernidade na hqs.

A programação: Continue reading