out 19 2017

Cancelada: Audiência Pública sobre o Plano Municipal de Cultura de BH

Atualização: A Prefeitura de Belo Horizonte, a Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura não enviaram nenhum representante do poder executivo para a reunião. Por este motivo, a audiência foi cancelada.


Acontece no dia 26 de outubro audiência pública sobre o Plano Municipal de Cultura (PMC) na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

O objetivo do encontro é debater com a cidade as metas do PMC. O plano, criado em 2015, é um planejamento de longo prazo, com vigência prevista para um período de dez anos. A revisão destas metas são bienais, acontecendo através da participação social nas conferências de cultura.

Requerida pelo vereador Arnaldo Godoy à Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo da CMBH, foram convidados Juca Ferreira, Secretário Municipal de Cultura; Rômulo Avelar, presidente da Fundação Municipal de Cultura; José Júnior, da Gerência de Apoio às Ações Colegiadas; André Reis, Secretário Municipal de Planejamento; Israel Arimar de Moura, da SINDIBEL; Leonardo Beltrão, Diretor de Fomento e Economia da Cultura; Fernanda Vidigal, Diretora de Políticas Culturais; Aline Vila Real, Diretora de Promoção das Artes; Bárbara Bof, Diretora de Formação dos Direitos Culturais; Fabíola Moulin, Diretora de Patrimônio; Rita Gusmão, Secretária Geral do Conselho Municipal de Cultura – COMUC; e representante da sociedade civil na Câmara Temática de Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Cultura do Conselho Municipal de Cultura.

Audiência Pública – Plano Municipal de Cultura de BH
Dia: 26/10/2017
Horário: 13h30
Local: Hall da Presidência –  Câmara Municipal de Belo Horizonte
Av. dos Andradas, 3100 – Santa Efigênia – BH/MG

Plano Municipal de Cultura: http://bit.ly/PMC2015-2025

out 16 2017

20 anos de Bienal Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte

No dia 16 de outubro de 1997 Belo Horizonte entrava para o circuito internacional de eventos de quadrinhos.

20 anos atrás, entre os dias 16 e 26 de outubro de 1997, na comemoração do centenário de Belo Horizonte, acontecia a 3ª Bienal Internacional de Quadrinhos.  O rico universo das narrativas gráficas desembarcou na cidade trazendo 20 convidados internacionais vindos da Itália, França, Portugal, Espanha, Alemanha, Inglaterra, EUA, Uruguai, Cuba e Bélgica.  Artistas nacionais e locais completaram a lista de convidados, com farta programação de exposições, palestras e oficinas. Com sede na Serraria Souza Pinto14 outros pontos da cidade também receberam exposições, oficinas e atividades.

As duas primeiras bienais, produzidas pela Casa 21, aconteceram no Rio de Janeiro, respectivamente em 1991 e 1993. Em 1997, a Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte em parceria com o Centro de Quadrinhos, Roteiro e Imagens, trouxeram para a cidade a terceira edição da Bienal, evento precursor do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte – FIQ!BH, que se realizou sua primeira edição em 1999.

A Bienal teve como homenageado internacional Joe Kubert, quadrinista considerado o “pai do Tarzan”, que também fez o desenho que ilustrou o cartaz do evento. O homenageado nacional foi o cartunista Ziraldo, criador do Menino Maluquinho e a Turma do Pererê. Outra atração especial foi a vinda de Will Eisner, criador do “The Spirit” , que fez uma conferência sobre “Um século da história em quadrinhos” que abordou o ponto de passagem para a modernidade na hqs.

A programação: Continue reading

set 03 2017

Nova estrutura da Cultura em Belo Horizonte

No dia 1º de setembro de 2017 foi publicada a nova estrutura orgânica da Cultura em Belo Horizonte através do Decreto 16.684, DE 31 DE AGOSTO DE 2017

Dispõe sobre a estrutura orgânica dos órgãos e entidades do Poder Executivo que especifica.

O Prefeito de Belo Horizonte, no exercício da atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 108 da Lei Orgânica do Município e tendo em vista o disposto na Lei nº 11.065, de 1º de agosto de 2017,

DECRETA:

[…]

Art. 3º – A SMC (Secretaria Municipal de Cultura) tem a seguinte estrutura orgânica:

I – Gabinete;

II – Subsecretaria de Coordenação Institucional da Cultura:

  •  a) Diretoria de Desenvolvimento e Articulação Institucional;
  •  b) Diretoria de Gestão Integrada de Cultura;
  •  c) Diretoria de Políticas Culturais e Participação Social:

1 – Gerência de Apoio às Ações Colegiadas;

2 – Gerência de Planejamento e Monitoramento de Indicadores Culturais;

III – Diretoria de Fomento e Economia da Cultura:

  • a) Gerência de Fomento à Cultura.

[…]

Art. 12 – A FMC (Fundação Municipal de Cultura) tem a seguinte estrutura orgânica: Continue reading

Load more