Nação HQ

A Associação Cultural Nação HQ é um coletivo composto por apaixonados por quadrinhos que trabalha na valorização de linguagem das narrativas gráficas e na formação de público. Atuamos através da promoção de eventos, oficinas, cursos e na implantação de políticas culturais para os quadrinhos.

Histórico

Repórter HQ nº 30, capa com ilustração de Jefferson.

No final dos anos 80, o cenário de fanzines estava crescendo em Belo Horizonte. Uma destas iniciativas era o Repórter HQ, um boletim da Biblioteca Nacional de Histórias em Quadrinhos (B.N.H.Q.), criado por Antonio Roque Gobbo. Além do periódico, Gobbo possuía uma gibiteca aberta ao público.

Após frequentar a gibiteca da B.N.H.Q. e colaborar com o Repórter HQ, em 1991 um grupo de adolescentes reuniu-se para criar o Mutanoides Associados, o primeiro zine digital de BH. Membros desta iniciativa passaram a colaborar no cenário cultural da cidade. Em 1998, aconteceu a primeira atividade que trazia o nome Nação HQ, com a gravação do Documentário Nação HQ, na Feira Nacional de Quadrinhos, evento realizado no Shopping Norte.

Em 2001, o coletivo decide organizar o 1º Festival Nação HQ, na Escola Municipal Geraldo Teixeira da Costa, localizada na região de Venda Nova. Em 2002, volta a essa escola municipal para realizar a 1ª Mostra Nação HQ.

Depois, a E.M. Paulo Mendes Campos, região leste da cidade, recebe três eventos: o 2º Festival Nação HQ, em 2002; a 2º Mostra Nação HQ: Amostra Grátis, em 2003; o 3º Festival Nação HQ: Nação Convergente, em 2004.

O ano de 2004 marca a fundação da associação cultural. Em parceria com o Bahia Shopping é implementada a Gibiteca Nação HQ e acontece nesse espaço o 4º Festival Nação HQ: Terra da Nostalgia. Em 2005, a Nação retorna à região de Venda Nova, com o evento Anime City, realizado na E.M. Geraldo Teixeira da Costa.

A partir de 2006, a Nação HQ introduziu, no calendário cultural de Belo Horizonte, a comemoração do Dia do Quadrinho Nacional – 30 de janeiro. Em 2011, a Prefeitura de Belo Horizonte reconhece a comemoração, ao sancionar a Lei nº 10.071/11 e inserir a data no calendário oficial da capital mineira.

Criação de Carlos Fonseca

Nos últimos anos trabalhamos pela valorização da linguagem dos quadrinhos, por meio de diversos cursos e oficinas realizados em escolas, centros culturais, bibliotecas públicas e eventos.

Atuamos também na política cultural da cidade, com alguma iniciativa voltada para a construção de um política de valorização dos quadrinhos. Entre nossas iniciativas estão:

A experiência com oficinas foi reconhecida no edital da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de 2014 e o projeto de criação de Núcleos de Quadrinhos Nação HQ selecionado. Como resultado, o projeto publicou uma revista de 200 páginas de 21 alunos/autores. Na fase de contrapartida, 14 atividades de lançamento da revista e oficinas aconteceram entre os meses de maio e agosto de 2017.

Principais atividades Nação HQ:

  • 1998: Documentário Nação HQ, Feira Nacional de Quadrinhos, Shopping
    Norte/ Venda Nova
  • 2001: 1º Festival Nação HQ, E.M. Geraldo Teixeira da Costa/Venda Nova
  • 2002: 1ª Mostra Nação HQ, E.M. Geraldo Teixeira da Costa/Venda Nova
  • 2002: 2º Festival Nação HQ, E.M. Paulo Mendes Campos/Leste
  • 2003: 2º Mostra Nação HQ: Amostra Grátis, E.M. Paulo Mendes Campos/
    Leste
  • 2004: 3º Festival Nação HQ: Nação Convergente, E.M. Paulo Mendes
    Campos/Leste
  • 2004: Gibiteca Nação HQ, Bahia Shopping/Centro
  • 2004: 4º Festival Nação HQ: Terra da Nostalgia, Bahia Shopping/Centro
  • 2004/2015: Apaixonados por Quadrinhos
  • 2005: Anime City, E.M. Geraldo Teixeira da Costa/Venda Nova
  • 2006/2014 – Dia do Quadrinho Nacional
  • 2009: Campanha Doe Quadrinhos
  • 2009: Exposição WebTiras – FIQ!BH
  • 2009: Apaixonado por Quadrinhos
  • 2011: Quadrinho: Trabalho Coletivo – FALE/UFMG
  • 2012: Lei de Incentivo à Cultura e a produção de quadrinhos – Seminário
    de Quadrinhos – Escola de Design/UEMG
  • 2013: Prática de quadrinhos em sala de aula – FIQ!BH
  • 2013: Quadrinhos – SESC Venda Nova/E.E. Itália Cauteiro Franco de Neves/Ribeirão das Neves
  • 2014: No meio do caminho tinha um quadrinho – Bibliotecas/FMC
  • 2014: Oficina Quadrinhos – Festa de Linguagens e Ciência (FLIC) do Programa de Pós-Gradação em Estudos de Linguagens do CEFET-MG
  • 2015: Pequenas doses de quadrinhos – Pré-FLI-BH/FIQ!BH
  • 2016/2017: Núcleos de Quadrinhos Nação HQ
  • 2017: Oficina de quadrinhos no Anime Festival da E.M. Professora Alice Nacif
  • 2017: Oficina de quadrinhos Centro Cultura Pampulha